Atirador abre fogo em escola de Goiânia

0

Pelo menos duas pessoas teriam morrido

Um atirador invadiu um colégio particular em Goiânia, por volta das 11h50 desta sexta-feira. De acordo com o Samu, duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas. Segundo informações da Rede Globo, as vítimas foram identificadas como João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, estudantes do colégio. Já os quatro feridos são três meninas e um menino, que foram socorridos.

O Corpo de Bombeiros declarou que uma mulher ligou para um serviço de emergência e se identificou como professora do colégio Goyases, no bairro setor Riviera. Ela contou que uma pessoa entrou no colégio e começou a efetuar disparos.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, o suspeito pelo tiroteio é um adolescente de 14 anos, estudante do 8º ano do colégio, filho de um coronel da Polícia Militar e que estaria sofrendo bullying na escola, possível motivação para o ataque. Ele usou  a arma do pai na ação. Um estudante que estava presente no momento do tiroteio também contou que o adolescente era vítima de bullying.

Ele foi levado à sede da Delegacia de Polícia de Apurações de Atos Infracionais (Depai) e, em seguida, encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para os exames de corpo e delito. Posteriormente, deve retornar à delegacia.

Mortos:

  1. João Vitor Gomes
  2. João Pedro Calembo
    João Pedro Calembo morre em ataque em escola de Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

    João Pedro Calembo morre em ataque em escola de Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

    Feridos:

  1. Hyago Marques – 13 anos – Consciente, respirando espontaneamente e é avaliado por uma equipe multidisciplinar do Hugo.
  2. Marcela Rocha Macedo – 13 anos – consciente, respira com a ajuda de um cateter de oxigênio, também é avaliada pelo corpo clínico do Hugo.
  3. Isadora de Morais– idade não confirmada: Internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hugo. Ela está sedada, intubada e é submetida a exames de imagens.
  4. Lara Fleury Borges – idade não confirmada – Está internada no Hospital dos Acidentados; não teve estado de saúde divulgado.

Quatro adolescentes ficaram feridos em ataque dentro de escola em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Quatro adolescentes ficaram feridos em ataque dentro de escola em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Quatro adolescentes ficaram feridos em ataque dentro de escola em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Um aluno de 15 anos, que estava na sala no momento do tiroteio, também contou que o adolescente era vítima de chacotas. “Ele sofria bullyin. Um aluno de 15 anos, que estava na sala no momento do tiroteio, também contou que o adolescente era vítima de chacotas.

 

Deixe sua Resposta!

(Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor do comentário).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Conteúdo protegido e rastreado!