Grupo ateia fogo em ônibus e comércio fecha após morte de suspeito na Mangueirinha, em Caxias

0

Após uma ação de policiais da Unidade da Polícia Pacificadora (UPP) Mangueirinha na comunidade da Mangueirinha, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, que resultou na morte de um suspeito, um grupos de jovens ateou fogo em um ônibus na tarde desta quarta-feira. Segundo o comando da UPP, os PMs conseguiram controlar as chamas e o veículo foi levado para garagem da empresa. Em represália à morte do hoimem durante o confronto, bandidos orderam o fechamento de parte do comércio na comunidade.

Pela manhã, um homem, identificado como Gabriel Pereira Brito, de 20 anos, morreu durante uma troca de tiros na comunidade. Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Mangueirinha, policiais realizavam patrulhamento pela Rua Figueiredo Magalhães quando criminosos armados atiraram contra a guarnição. Durante a ação, o homem ainda não identificado, foi baleado.

Pistola Glock com kit Ronin
Pistola Glock com kit Ronin Foto: Divulgação/UPP

Após ser baleado, o suspeito foi levado para o Hospital municipal Moacir do Carmo, na mesma cidade, mas não resistiu e morreu. Durante a ação, segundo a polícia, foi apreendida uma pistola modelo Glock com kit Ronin.

De acordo com Vinícius Domingues Cavalcante, diretor da Associação Brasileira de Profissionais de Segurança (ABSEG) no Rio de Janeiro e especialista em armas, o equipamento é um adaptador que permite a quem está usando fazer os disparos com a arma nos ombros e assim melhorar a precisão do tiro.

O Extra

Deixe sua Resposta!

(Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor do comentário).