“Matei para ficar feliz, agora estou”, diz adolescente acusado de matar jovem

0

De acordo com o delegado Danúbio Dias, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, o adolescente apreendido confessou ter amarrado e cortado o pescoço da vítima. Os dois estudaram juntos.

“Foi eu que amarrei ele para ficar mais fácil, foi sem motivo, foi só para o meu prazer, a gente mata para ficar feliz, não tinha ódio dele, nem motivo mas agora estou feliz”, disse o criminoso.

O menor declarou ainda que ia praticar mais assassinatos. “Tinha várias pessoas na minha mira, todo mundo, quem tiver oportunidade.

Ele era uma vítima que estava em pausa, eu nem falava muito com ele não, ele que me chamava no WhatsApp, a gente tem que fazer com que a pessoa se sinta a vontade no laço amoroso, já tinha conquistado ele faz tempo.

Ele que me levou para o local do crime, ele me chamou para ir lá e ficou com ‘viadagem’, falei para ele os requisitos e ele aceitou.

Os requisitos era amarrar ele, vendar os olhos dele e ele deixou. Primeiro eu fiquei conversando um pouco com ele sobre a vida, trabalhos estudos, depois eu matei”, afirmou o adolescente sem demonstrar qualquer tipo de arrependimento.

“Ele é muito claro no sentido que, segundo ele, é uma compulsão por matar, uma curiosidade, ele alega que foi o primeiro, mas esse desejo dele de matar já vinha acontecendo há muito tempo”, relatou Danúbio Dias.

 

Deixe sua Resposta!

(Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor do comentário).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido e rastreado!